Terça-feira, 29 de Maio de 2007

Quase 233 Graus

Photo © AP Photo / Orlin Wagner

 

   As palavras esquecidas. Os livros fechados. Quase invisíveis, longas chamas acariciam capas, papel, tinta, movendo-se numa transparência ondulante. Cria-se uma imagem sagrada, fascinante. Ideias, sentimentos e memórias fundem-se, indistintamente. O calor cresce, derretendo-se a si mesmo, consumindo amores e ódios, devorando alegrias e tristezas. Imutável, apenas a indiferença permanece. Uma indiferença inexpressiva, neutra, virtual. Imutável. E assim permanece. Preenchendo, virtualmente, o vazio. As palavras ardem em Kansas City e nem sequer o esquecimento subsiste. Apenas a indiferença.

 

© Blog da Rua Nove

publicado por blogdaruanove às 01:23
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 28 de Maio de 2007

Postais Antigos de Portugal - Castelo Branco

 

N.º 715 – Castello Branco, Praça D. Luiz I

Bilhete postal circulado em 29 de Setembro de 1909,

de Castelo Branco para Vila Viçosa

(Editor não identificado)

 

© Blog da Rua Nove

publicado por blogdaruanove às 19:00
link do post | comentar | favorito
|

Curiosidades - Vidago Palace Hotel

 

Cartão de hóspede do Vidago Palace-Hotel

Manuscrito no verso: [quarto número] – 49 –

Década de 1930

 

© Blog da Rua Nove

publicado por blogdaruanove às 17:13
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Rafael Bordalo Pinheiro

 

   Rafael Bordalo Pinheiro (1846-1905) promoveu a publicação de diversos jornais satíricos em Portugal e no Brasil (1875-1879). Em Portugal, os mais famosos foram O Antonio Maria (1879-1885; 1891-1898), Pontos nos ii (1885-1891) e A Parodia (1900-1906), este último já com preponderante colaboração de seu filho, Manuel Gustavo Bordalo Pinheiro (1867-1920).

   O Antonio Maria deve a sua designação ao nome próprio do célebre político António Maria Fontes Pereira de Melo (1819-1887; primeiro-ministro, 1871-1877, 1878-1879 e 1881-1886), figura insistentemente criticada e caricaturada por Bordalo, como se observa, por exemplo, no primeiro número de Pontos nos ii (http://blogdaruanove.blogs.sapo.pt/68568.html), onde Fontes Pereira de Melo surge como "immortal" e novamente, mais abaixo, na mesa de trabalho do "incorregivel" Bordalo.

 

 

   A figura da viúva do António, a Maria, que abre o número programa de Pontos nos ii (http://blogdaruanove.blogs.sapo.pt/68329.html), já tinha surgido anteriormente em O Antonio Maria e tornou-se posteriormente numa das célebres figuras reproduzidas em cerâmica por Bordalo Pinheiro, na sua fábrica das Caldas da Rainha.

   A crítica política era actual e impiedosa, como se pode verificar na contundente referência à questão colonial de Lourenço Marques e Moçambique (http://blogdaruanove.blogs.sapo.pt/69043.html), a qual se vinha arrastando desde a década de 1870. Eventualmente, esta crise transformar-se-ia numa das razões, indirecta mas não menor, para o Ultimatum inglês de 1890, apesar do anterior acordo, estabelecido e arbitrado em 1875 pelo presidente francês Mac Mahon (1808-1893), sobre esta questão, que os ingleses designaram como De Lagoa Bay.

 

"Loïe Fuller deu-nos tambem nas suas maravilhosas danças, uma

 delicada alusão ao Convenio" (1902)

 

   Estas publicações de Bordalo Pinheiro reflectam, ainda, a realidade cultural de Lisboa e do país, com frequentes referências ao teatro e à ópera, nacional e internacional, às Belas-Artes, à literatura e a outras manifestações artísticas e intelectuais, pelo que o célebre Álbum das Glórias acabou por ser um corolário lógico das preocupações e dos interesses do autor. Artistas e actrizes consagradas, como a americana Loïe Fuller (1862-1928), acima, a japonesa Sada Yacco (1872?-1946) e a francesa Sarah Bernhardt (1844-1923), abaixo, foram frequentemente caricaturadas e referidas por Bordalo Pinheiro.

   Embora Bordalo Pinheiro tenha, desde sempre, congregado outros colaboradores nas suas  "folhas humorísticas", particularmente  no que diz respeito aos textos, o agravamento do seu estado de saúde levou a que, essencialmente a partir de A Parodia, seu filho Manuel Gustavo assumisse maior responsabilidade nos desenhos e caricaturas da publicação. Manuel Gustavo alargou, ainda mais, o espaço dedicado a novos colaboradores, como foi o caso de Celso Hermínio (1871-1904), autor de inúmeras primeiras páginas, desenhos e caricaturas, incluindo a de Sada Yacco (1902), abaixo reproduzida, e do menos conhecido Pedro Cid (http://blogdaruanove.blogs.sapo.pt/37011.html).

 

 

"Sarah Bernhardt cahindo em Lisboa como uma agulha num palheiro." (1882)

 

© Blog da Rua Nove            

                                                                       

publicado por blogdaruanove às 15:54
link do post | comentar | favorito
|

Clonagem

Engraçada a sensação...

... de ser Blogada pelas minhas fotos....



Não vos vou dar o link, pk estou às "turras" com o Anjo que me Blogou... mas pode ser que ele entenda os meus motivos e consigamos chegar a um entendimento por estes dias....
Mas ainda assim..... Obrigada "A"... sabes que me deixaste BaBadíssima! ;)

 

   (É. As relações humanas podem ser muito simples e deixar-nos inebriados de alegria...)  
   Em compensação, aqui fica o endereço do blog que clonou e divulgou este blog, sem sequer o divulgar... http://omeuanel.blogspot.com/. Uma vez que, actualmente, a autora prefere as imagens, e os actos,  às palavras, indica-se também o endereço do arquivo fotográfico onde as suas imagens podem ser encontradas: http://www.flickr.com/photos/omeuanel/.

© Blog da Rua Nove
publicado por blogdaruanove às 01:17
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 27 de Maio de 2007

Sem Comentários - O Antonio Maria

 

Rafael Bordalo Pinheiro (1846-1905), O Antonio Maria, número 94,

Ano III, 17 de Março de 1881, página 88.

 

© Blog da Rua Nove

publicado por blogdaruanove às 20:53
link do post | comentar | favorito
|

Sem Comentários - O Antonio Maria

 

Rafael Bordalo Pinheiro (1846-1905), O Antonio Maria, número 94,

Ano III, 17 de Março de 1881, página 81.

 

© Blog da Rua Nove

publicado por blogdaruanove às 15:47
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 26 de Maio de 2007

Sem Comentários - Pontos nos ii

 

Rafael Bordalo Pinheiro (1846-1905), Pontos nos ii, número 1,

7 de Maio de 1885, página 8.

 

© Blog da Rua Nove

publicado por blogdaruanove às 17:39
link do post | comentar | favorito
|

Sem Comentários - Pontos nos ii

 

Rafael Bordalo Pinheiro (1846-1905), Pontos nos ii, número 1,

7 de Maio de 1885, página 1.

 

© Blog da Rua Nove

publicado por blogdaruanove às 11:25
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 25 de Maio de 2007

Postais Antigos de Portugal - Carrazedo de Montenegro

 

Vista parcial de Carrazedo Montenegro – Valpassos – Portugal

Bilhete postal emitido no início do século XX

(Editor não identificado)

Cliché de Teles Grilo

 

© Blog da Rua Nove

publicado por blogdaruanove às 19:00
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Fevereiro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29

.posts recentes

. Old Chap

. Le Sacré du Printemps

. Word of Mouth

. Still Skating Around...

. Volare...

. Ouranos

. Staccato

. E Va...

. E La Nave Va...

. The End

.arquivos

. Fevereiro 2012

. Fevereiro 2011

. Fevereiro 2010

. Outubro 2009

. Junho 2009

. Fevereiro 2009

. Outubro 2008

. Junho 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.tags

. todas as tags

.Visitas

blogs SAPO

.subscrever feeds