Quinta-feira, 17 de Maio de 2007

Noite

Photo © just.me

 

    O desejo perdia-se na escuridão. Os olhos, completamente abertos, tacteavam o ar, diluindo o desejo. Num crescendo, os sentidos procuravam o desconhecido, ansiando pelo medo. Um medo puro, pacificador, palpável. O silêncio do espaço sobrepunha-se aos gritos abafados, interiores. O pulsar do coração era o pulsar de todas as veias. O pulsar de todo o corpo. O medo passou a ser o desejo. A escuridão o corpo desejado.

 

© Blog da Rua Nove

tags:
publicado por blogdaruanove às 02:17
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Fevereiro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29

.posts recentes

. Old Chap

. Le Sacré du Printemps

. Word of Mouth

. Still Skating Around...

. Volare...

. Ouranos

. Staccato

. E Va...

. E La Nave Va...

. The End

.arquivos

. Fevereiro 2012

. Fevereiro 2011

. Fevereiro 2010

. Outubro 2009

. Junho 2009

. Fevereiro 2009

. Outubro 2008

. Junho 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.tags

. todas as tags

.Visitas

blogs SAPO

.subscrever feeds