Sexta-feira, 20 de Julho de 2007

Fotobiografia de Wenceslau de Moraes (15)

 

   Wenceslau de Moraes com os seus dois filhos, José (n. 1893) e João (n. 1894) Moraes, numa fotografia tirada cerca de 1919. Apesar de terem sido criados em Hong-Kong com a mãe, Atchan, e de terem uma relação difícil com o pai, José e João mantinham contacto com Wenceslau de Moraes e chegaram mesmo a visitá-lo no Japão, altura em que terá sido registada esta imagem. No testamento elaborado a 12 de Agosto de 1919, Wenceslau legou-lhes metade dos seus bens, livres de encargos. À data da sua morte Wenceslau deixou um total de 25.000 mil yens, o que na época equivalia a cerca de 250 contos. Nesse testamento, Wenceslau legou ainda 7.000 yens a Nagahara Den, com quem tinha vivido em Kobe antes de desposar Ó-Yoné.

 

 

Procession of The Nanko Festival in Kobe. Kobe, 8 de Dezembro de 1909 – Bilhete postal enviado por Wenceslau de Moraes para Maria Joaquina Campos, Lisboa.

 

© Blog da Rua Nove

publicado por blogdaruanove às 16:24
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 19 de Julho de 2007

Fotobiografia de Wenceslau de Moraes (14)

 

   Ó-Yoné Fukumoto em retrato fotográfico com dedicatória a Wenceslau de Moraes. Ó-Yoné, com quem Wenceslau casou em 1900, faleceu a 20 de Agosto de 1912, tendo sido o seu corpo cremado em Kasugano, Kobe. A sua morte afectou decisivamente a vida de Wenceslau de Moraes que, num postal remetido para Maria Joaquina Campos a 7 de Setembro desse ano, confessava "Eu ando mto. ocupado com mudança de casa e um tanto doente." Eventualmente, esta morte terá sido uma das causas do seu pedido de exoneração do cargo de cônsul, no ano seguinte. A sua vida parece ter atingido nesse momento um ponto de reflexão e indecisão que se prolongou durante alguns meses pois, numa carta endereçada a Jaime do Inso a 31 de Outubro de 1913, admitia: " Quanto a tornarmos a vêrmo-nos, é bem possível que se dê a hypothese que imagina, isto é, que eu volte a Portugal, donde ando ausente ha 22 annos e onde tenho uma meia duzia de amigos que desejo tornar a abraçar. Confio pois que o nosso 1.º encontro não foi o último."

   Ó-Yoné foi retratada em múltiplos textos de Wenceslau de Moraes, particularmente em Será Ó-Yoné?... Será Ko-Haru?... (1918) e Ó-Yoné e Ko-Haru (1923).  

 

(Sem Título). Kobe, 3 de Dezembro de 1909 – Bilhete postal enviado por Wenceslau de Moraes para Maria Joaquina Campos, Lisboa.

 

© Blog da Rua Nove

publicado por blogdaruanove às 22:53
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 18 de Julho de 2007

Fotobiografia de Wenceslau de Moraes (13)

 

   Wenceslau de Moraes, com o seu cão ao colo, na companhia da família do Cônsul de França, Monsieur Fossarieu, em Kobe.

   Embora Wenceslau tivesse tido uma educação que essencialmente assentava em modelos literários e culturais francófonos, como era hábito na altura, não dispensava a todos os autores franceses a mesma consideração literária. Em carta datada de 21 de Novembro de 1921, teceu os seguintes considerandos sobre os seus próprios processos literários e os autores que admirava:

 

   "Agora outro assunto. O processo de escrever os meus livros resume-se em pouco: pequenas notas sem titulos, divididas umas das outras por entrelinhas, evitando as largas considerações. O ultimo capitulo (chamêmos-lhe capítulo) do ultimo livro (Mendes Pinto) é formado por duas meias linhas simplesmente. Nem eu entendo livros que não sejam assim formados por notas soltas, por apontamentos ao acaso, diarios, cadernos de impressões, etc. Neste genero literario, muitos escriptores europeus se distinguiram (Rousseau, Lamartine, etc., etc., etc.); e n'elle os escriptores japonezes de ha 500 annos e 1000 annos fôram eximios, como tentei fazer conhecer no meu livro "Bon Odori".

   O escriptor, quando escreve para alimento do seu espirito e dos raros que o possam comprehender, tem de pôr a su alama inteir ano que escreve. Vibrar todo inteiro quando se escreve e fazer vibrar o coração de todos que nos lerem. O realismo de Zola, nu e cru, não presta, fez banca rota. Quer-se mais, quer-se a nota aguda, aguda como um punhal, que nos fira e que vá ferir os outros. Nojo, colera, asco, odio, horror, amor, paixão, enlevo idolatria, desespero, tristeza, etc., etc., etc., tudo serve; o que se quer é que se exprima a impressão do que se vê com uma palpitante emotividade de sentir, de maneira a ir commover-se fortemente os leitores, pintando o que nos impressiona com côres vivissimas que nos deslumbrem. Não cuido em apresentar frases limpas e correctas; quero apontar ideias, como eu as concebo, e mais nada."

 

      O processo de escrita relatado pelo autor desenvolvera-se indubitavelmente devido ao apreço que Wenceslau manifestava pelo minimalismo japonês e pela concisão da composição poética denominada haikai (http://blogdaruanove.blogs.sapo.pt/28941.html).

  

 

(Sem Título). Kobe, 22 de Setembro de 1909 – Bilhete postal enviado por Wenceslau de Moraes para Maria Joaquina Campos, Lisboa (No destino, reendereçado para Azeitão).

 

© Blog da Rua Nove

publicado por blogdaruanove às 15:26
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 17 de Julho de 2007

Fotobiografia de Wenceslau de Moraes (12)

 

   Wenceslau de Moraes no seu gabinete de trabalho do Consulado de Portugal em Kobe. Antes de solicitar a sua exoneração como cônsul, em 1913, facto que eventualmente terá tido como causa principal  o falecimento de Ó-Yoné no ano anterior, Wenceslau de Moraes enfrentou uma grave crise financeira no consulado. Criado por proposta do governo de Macau, o consulado em Osaka (e Kobe) dependia financeiramente desta região. Certamente devido às alterações motivadas pela implantação do regime republicano, a partir de Julho de 1911 Macau recusou pagar o vencimento do cônsul em Kobe e Osaka, alegando não existir verba para tal fim no orçamento. Três meses depois, Wenceslau de Moraes viu-se obrigado a contrair, no Japão, um empréstimo para as suas despesas pessoais, facto que constituía uma desonra pública para si e para o próprio governo português, que o cônsul representava. 

 

(Sem Título). Kobe, 10 de Agosto de 1909 – Bilhete postal enviado por Wenceslau de Moraes para Maria Joaquina Campos, Lisboa (No destino, reendereçado para Azeitão).

 

© Blog da Rua Nove

publicado por blogdaruanove às 17:14
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 16 de Julho de 2007

Fotobiografia de Wenceslau de Moraes (11)

 

   O-Tane San, a Senhora Semente, e O-Haru, a Senhora Primavera, as duas raparigas da Cháya de Nunobiki que Wenceslau de Moraes mencionou em Paisagens da China e do Japão (1906). Depois do encerramento da Cháya, O-Tane San desposou um compatriota e O-Haru faleceu de tuberculose. Wenceslau passou então a frequentar Suma e Nanko, para além de Nunobiki, a fim de consumir o seu chá na área envolvente dos templos. Regularmente, aos domingos saía de casa cerca das sete da manhã para ir almoçar a uma cháya, onde entre outras iguarias nipónicas consumia yakimuchi, os tradicionais bolos de feijão.

 

Foreign Concession, Kobe. Kobe, 2 de Junho de 1909 – Bilhete postal enviado por Wenceslau de Moraes para Maria Joaquina Campos, Lisboa.

 

© Blog da Rua Nove

publicado por blogdaruanove às 20:17
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 13 de Julho de 2007

Fotobiografia de Wenceslau de Moraes (10)

 

Wenceslau de Moraes junto da cascata de Nunobiki, próximo de Kobe. Sobre este sítio, escreveu o autor em Paisagens da China e do Japão (1906):

    "Não haverá ninguem, imagino, que tendo passado em Kobe, não conheça Nunobiki, a cascata. (...) Lá em riba, muito em riba da montanha, salpicada de espumas e acalentada em rumorejos, na penumbra do ermo apertado entre penedos a prumo, cobertos de ramaria silvestre, era a casa de chá , a cháya tradicional, oferecendo repoiso por alguns minutos e uma bebida ao forasteiro extasiado, sem fallar nos sorrisos, nas mesuras, que prodigalizavam largamente as raparigas que alli olhavam pela venda. Ha alguns annos, disseram-me, eram trez raparigas, trez irmans, – as trez Graças; – mas eu conheci só duas, tendo casado a outra com um titular europeu, conforme ouvi. Eu conheci só duas: O-Tane San, a Senhora Semente, e O-Haru, a Senhora Primavera."

   Entre 1899 e 1912, Wenceslau de Moraes manteve assídua correspondência com o seu amigo Carlos Campos, funcionário superior da Companhia de Tabacos de Portugal, em Lisboa. Esta amizade veio proporcionar uma troca regular de bilhetes postais entre uma das filhas de Carlos Campos, Maria Joaquina, e Wenceslau de Moraes, correspondência que sobreviveu ao falecimento de Carlos Campos, em Outubro de 1912. O conjunto destes bilhetes postais, escritos entre 1909 e 1928, encontra-se depositado na Universidade de Estudos Estrangeiros, em Kyoto.

 

Sanno-miya-dori, Kobe. Kobe, 2 de Fevereiro de 1909 – Bilhete postal enviado por Wenceslau de Moraes para Maria Joaquina Campos, Lisboa.

 

© Blog da Rua Nove

publicado por blogdaruanove às 17:48
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quinta-feira, 12 de Julho de 2007

Fotobiografia de Wenceslau de Moraes (9)

 

   Wenceslau de Moraes em 1903, com 49 anos de idade. Em Julho de 1898 Wenceslau solicitou a exoneração do seu cargo de imediato da Capitania do Porto de Macau, alegando exercício de funções incompatíveis com a sua graduação na Armada, uma vez que passou a responder perante um oficial de patente inferior. Logo no ano seguinte, tomou posse do cargo de cônsul de Portugal em Hyogo e Osaka, nomeação que foi posteriormente reajustada, com  a atribuição de funções em Kobe e Osaka. Passou a viver em Kobe, na rua Kanomachi. Casou com Ó-Yoné Fukumoto em 1900.

 

© Blog da Rua Nove

publicado por blogdaruanove às 15:25
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 11 de Julho de 2007

Fotobiografia de Wenceslau de Moraes (8)

 

Wenceslau de Moraes com um dos seus filhos e o poeta Camilo Pessanha (1867-1926). Fotografia tirada em Macau, cerca de 1897. Em correspondência datada de 16 de Junho de 1921, escreveu Wenceslau sobre si e sobre Pessanha:

 

   "O que é que eu sou como litterato? Uma nullidade; 1/2 duzia de amigos (não mais) leem os meus escriptos com agrado, por estima, não pelos seus meritos, que não teem. O dr. Camillo Pessanha, sim; é uma intelligencia da mais fina tempera, litterato subtilissimo, embora pouco productor (por circunstancias diversas)."

 

   Em 1897 Wenceslau integrou a comitiva do governador de Macau que foi recebida pelo imperador do Japão, em Kioto, a 14 de Julho. Anteriormente, já Wenceslau estivera no Japão por duas vezes – visitara Nagasaki em Agosto de 1889, a título pessoal, e Yokohama em Junho de 1893, enquanto representante dos governos de Macau e Timor, a fim de adquirir artilharia para os dois territórios.

   Entre Julho de 1893 e Setembro de 1894 Wenceslau desempenhou o cargo de inspector da importação e exportação do ópio no porto de Macau, cargo de que foi exonerado a seu pedido.

 

© Blog da Rua Nove

publicado por blogdaruanove às 17:49
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 10 de Julho de 2007

Fotobiografia de Wenceslau de Moraes (7)

 

Wenceslau de Moraes com cerca de 35 anos. Em 1885 Wenceslau partiu novamente para Moçambique e depois para Timor, não tendo chegado ao fim da sua comissão de serviço. Regressou a Portugal em 1886. Em 1888 partiu para Macau, numa primeira comissão que durou três anos. Deslocou-se a Portugal em 1891, comandando o navio Tejo. Aqui permaneceu durante cinco dias. Foi a sua última visita ao ocidente.

 

© Blog da Rua Nove

publicado por blogdaruanove às 17:54
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 9 de Julho de 2007

Fotobiografia de Wenceslau de Moraes (6)

 

Wenceslau de Moraes com o uniforme de marujo da Armada. Primeira metade da década de 1870.

 

© Blog da Rua Nove

publicado por blogdaruanove às 16:23
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Fevereiro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29

.posts recentes

. Ainda Wenceslau de Moraes

. Bibliografia sobre Wences...

. Wenceslau de Moraes do Ja...

. Fotobiografia de Wencesla...

. Fotobiografia de Wencesla...

. Fotobiografia de Wencesla...

. Fotobiografia de Wencesla...

. Fotobiografia de Wencesla...

. Fotobiografia de Wencesla...

. Fotobiografia de Wencesla...

.arquivos

. Fevereiro 2012

. Fevereiro 2011

. Fevereiro 2010

. Outubro 2009

. Junho 2009

. Fevereiro 2009

. Outubro 2008

. Junho 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.tags

. todas as tags

.Visitas

blogs SAPO

.subscrever feeds