Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Blog da Rua Nove

Blog da Rua Nove

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2011
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2010
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2009
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2008
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2007
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
30
Jan08

A Frota da CNN em 1941

blogdaruanove

Navio Lourenço Marques. Bilhete postal enviado de Las Palmas, Espanha, para Vidago, Portugal, em Junho de 1953.

 

   De acordo com o anúncio da empresa publicado na revista O Mundo Português, número 86, de Fevereiro de 1941, a Companhia Nacional de Navegação mandou construir na década de 1930 quase vinte mil toneladas, correspondentes aos navios Quanza (6.000 toneladas), S. Thomé (9.100), Inharrime (1.665) e Tagus (1.600).

   Tal anúncio informa ainda que, no início desse ano, a CNN dispunha também dos navios Nyassa (9.000), Angola (8.300), Cubango (8.300), Lourenço Marques (6.400), Cabo Verde (6.200), Congo (5.000), Luabo (1.385), Chinde (1.382) e Save (763).

   Em Moçambique prestavam serviço costeiro as unidades Chinde, Luabo e Save, destinando-se o navio Inharrime ao serviço de cabotagem.

   Os navios Angola, Nyassa e Quanza serviam a linha rápida da África Oriental, destinando-se os navios Lourenço Marques e S. Thomé à linha rápida da África Ocidental. As unidades Cabo Verde e Cubango desempenhavam serviço de carga também na África Ocidental.

   Dos restantes, o navio Tagus prestava serviço de cabotagem entre o Porto e Lisboa e o navio Congo encontrava-se de reserva em Lisboa.

   O serviço de carga e passageiros para a África Oriental partia mensalmente de Lisboa no dia 30 e o serviço para a África Ocidental tinha também a mesma periodicidade, partindo no dia 6 de cada mês. 

 

© Blog da Rua Nove

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2011
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2010
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2009
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2008
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2007
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D