Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Blog da Rua Nove

Blog da Rua Nove

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2011
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2010
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2009
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2008
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2007
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
22
Mai07

Termas e Águas Medicinais - Arsenal de Lisboa

blogdaruanove

 

   A Companhia das Águas Medicinais do Arsenal foi constituída por escritura pública de 28 de Novembro de 1907, publicada em Diário do Governo de 9 de Dezembro do mesmo ano. A escritura original foi alterada por escrituras de 3 e 7 de Dezembro de 1920, publicadas a 7 e 14 de Janeiro de 1921. A alteração de estatutos aumentou o capital social original de 100.000$000 de reis (cem milhões de reis, quantia nominal equivalente a 100.000$00) para 400.000$00 escudos.

   A Companhia começou a pagar dividendos de acções em 1909, havendo registos de pagamentos efectuados ainda em 1968. Conhecem-se títulos de uma, cinco e dez acções, existindo provavelmente outros.

   O edifício ilustrado nas acções corresponde ao edifício dos Banhos de S. Paulo, mandado construir em 1850 pela Misericórdia de Lisboa, para uso da população da cidade. Este veio substituir anteriores construções precárias, erigidas após a descoberta de águas medicinais no local, em 1829. O edifício foi concluído em 1863, segundo projecto de Pedro José Pezarat (1801-1872). Submetido entre 1991 e 1994 a um projecto de recuperação, restauro e reconstrução (ver http://mega.ist.utl.pt/~jvds/segunda.html#1) da autoria de Manuel Graça Dias (n. 1953) e Egas José Vieira (n. 1962), o edifício alberga actualmente a sede da Ordem dos Arquitectos (http://arquitectos.pt/).

   As águas do Arsenal do Alfeite de Lisboa foram classificadas como sulfúreas neutras, pelo Instituto de Hidrologia de Lisboa, pertencendo ao mesmo grupo das águas das Caldas da Rainha e do Mouchão da Póvoa .

 

 

© Blog da Rua Nove

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2011
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2010
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2009
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2008
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2007
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D