Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Blog da Rua Nove

Blog da Rua Nove

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2011
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2010
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2009
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2008
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2007
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
24
Mai07

Harajuku (III)

blogdaruanove

(Sorry. The author of the photo changed his mind and decided to withdraw his

 previous permission to publish this image. A new photo will be posted asap)

 

   A maquilhagem das figuras do teatro kabuki permite concentrar a atenção do espectador na expressividade do olhar, o qual encerra uma função primordial na representação teatral, não apenas na japonesa mas também na asiática, em geral .

    O valor dessa expressividade alastrou depois a outras formas de arte, como as xilogravuras, a banda desenhada (manga) e os próprios desenhos animados japoneses, que têm como uma das características fundamentais o valor que, no rosto, se concede às dimensões e expressividade dos olhos – vejam-se séries tão diferentes como a adaptação japonesa de Heidi e a série Pokemon.

   Nas raparigas Harajuku, essa expressividade é ainda acentuada pelo uso de lentes de contacto coloridas, que complementam  o exotismo da composição. Por vezes, a utilização de outras cores, que não o carmim, sobre a maquilhagem branca, remete para as figuras demoníacas ou fantasmagóricas do imaginário da tradição oral e do teatro.

 

© Blog da Rua Nove 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2011
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2010
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2009
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2008
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2007
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D